Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Rio Pardo - RS
Turismo

RUA DA LADEIRA - PRIMEIRA RUA CALÇADA DO ESTADO

O que torna a cidade de Rio Pardo única? Qual sua identidade? 

      As pessoas são a cidade!

      Seu amanhecer e seus ofícios, em ruas que se dobram e desdobram em esquinas e ladeiras.

      De olhos baixos e na pressa do dia a dia, muitas vezes não percebemos que a cidade pulsa, move-se, estende-se. E, mesmo em tempos de isolamento social, a mobilidade urbana ainda se traduz no caminhar do ir e vir de trabalhadores por essas ruas.

      Pensando nisso, a Secretaria Municipal do Turismo, Cultura, Juventude, Esporte e Lazer vem revitalizando os pontos histórico-turísticos e as áreas de recreação de Rio Pardo desde o primeiro dia de sua atual gestão, em janeiro.  Muitos destes espaços precisam de equipes e permissões especiais do governo federal para sua limpeza e manutenção, como a Rua da Ladeira. E é essencial planejar e agir agora, para seus moradores locais, e para que a retomada de pleno uso desses lugares por todos seja feita com todo o afeto e valorização por seus cidadãos, quando forem liberados para fruição em segurança e após a pandemia,

        E você, conhece a história e memórias das ruas de sua cidade?

 Rua da Ladeira, Patrimônio Histórico Nacional

         Em suas pedras irregulares pulsa a veia colonial portuguesa. Seu entorno de casarios assobradados, com suas eiras e beiras, conta a história em relevo dessa terra fortificada.

         Rua de calçamento original de 1813 - segundo os documentos pesquisados até o momento - talvez encontre similar apenas em sua meia-irmã, a “Calle de los Suspiros”, na Colônia de Sacramento, no atual Uruguai. Dada a raridade e para a  conservação desse patrimônio, após intensa mobilização local e da mídia impressa regional, esse ponto turístico foi inscrito no Livro Tombo em 16 de março de 1955 pelo IPHAN – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, em caráter “ex-officio”.

         O alto investimento de sua engenharia revela a importância no acesso e circulação de mercadorias da Rio Pardo no século 19. Suas pedras foram possivelmente trazidas da localidade “Rincão del Rey”, ou até mesmo do rio Jacuí. A mão de obra escrava negra era comumente utiliziada para a maioria das grandes construções de época na cidade, mas também não há consenso documental se houve o uso de mão de obra paga. Assim foi assentada a atual Rua Júlio de Castilhos.

         Mas a memória rio-pardense a identifica por seu mais conhecido nome,  “Rua da Ladeira”, e como a primeira calçada do Rio Grande do Sul.

 

Endereço: Centro Histórico de Rio Pardo

 
 
Seta
Versão do Sistema: 3.1.1 - 05/07/2021
Copyright Instar - 2006-2021. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia